Perfume

quinta-feira, 30 de março de 2006




Interessante como num frasquinho tão pequeno podemos ter tanto aroma e como numas (duas) gotas podemos manter o cheiro em nós por mais de doze horas...
É interessante todo este fenómeno das essências...
Quando compramos um perfume novo, que não estamos habituados a usar, temos acesso ao cheiro, ficamos todos felizes porque conseguimos saber o que as outras pessoas sentem ao chegar a nós. No entanto, à medida que o tempo vai passando, o cheiro vai desaparecendo para nós, vamos deixando de sentir o nosso aroma e perguntamo-nos se será o perfume a deixar de fazer efieto, se seriamos enganados e quem no-lo vendeu nos teria burlado, mas estas dúvidas ficam dissipadas, quando ao cumprimentarmos alguém, somos confrontados com a frase: "cheiras bem, que perfume usas??";então aí ficamos felicíssimos e queremos cumprimentar todaa gente porque temos a certeza que o perfume continua a ter a sua função, continua a deixar o nosso aroma onde que que passemos.
Quero agora comparar esse aroma e essa forma de actur do perfume, à nossa presença.
Quando chegamos a um sítio pela primeira vez, a reacção das outras pessoas è como quando pomos perfume, todos (inclusivé nós) sentimos o aroma, ou seja, a nossa presença. No entanto, com o tempo vamos deixando de sentir esse aroma, essa presença e começamos a sentir-nos tristes, pois parecemos paenas mais um no meio de muitos, no entanto quando alguém nos diz, ou ouvimo uma conversa paralela, onde se diz, sem o Catarino, isto não seria o mesmo, voltamos a ter o entusiasmo da primeira vez que alí entrmos, voltamos a sentir o nosso aroma, voltamo-nos a sentir úteis, imprescindíveis, únicos, voltamos a sentir que afinal a mulher da perfumaria não nos enganou e o nosso perfume é mesmo verdadeiro, duradouro e estimulante para as outras pessoas, para que passa por nós. Mas, a nossa presença é ainda mais forte do que o aroma de um perfume, pois é capaz de perdurar ao longo de muitos anos. Nunca aconteceu estar com uma pessoa, uma única vez, e passado um x de dias, meses ou mesmo anos, saber que essa pessoa perguntou por vós??? É bom, não é???
É esta nossa presença única e insubstituível que faz de nós pessoas maravilhosas, únicas e com um aroma inconfundível.
Realmente temos muito a ver com os perfumes, se repararmos os aromas não caem bem e não têm a mesma reacção em todas as pessoas. O mesmo perfume, pode ter aromas diferentes em pessoas diferentes... Da mesma maneira, a nossa presença tem efeitos diferentes em cada pessoa, marcamos cada pessoa de maneira diferente, amamos cada pessoa de maneira diferente...
Há ainda outra coisa que temos em comum, a sedução...
Os perfumes têm um poder muito grande de estimular os nossos sentidos, incluíndo os da sedução e de sermos seduzidos, tal como a nossa presença pode seduzir, pode deixar-se ser seduzida e "comprada" digo, conquistada...
Toda esta reflexão é fruto de uma indecisão entre dois perfumes, de ter ido a uma perfumaria ver o cheiro dos dois, e de no caminho me ter posto a pensar...

PS: Desculpem o tamanho da reflexão, mas o caminho até casa era longo...

9 Disseram...:

Kalinka disse...

Interessante o tema que abordas aqui neste post. Li-o do princípio ao fim de um fôlego só, pois estava a ler e a identificar-me com a situação.
É tal e qual como dizes...a presença do aroma que usamos para nos identificarmos e por vezes, destacarmo-nos entre os outros; a nossa presença também demarcada conforme a reacção das outras pessoas...
Gosto da reflexão: Da mesma maneira, a nossa presença tem efeitos diferentes em cada pessoa, marcamos cada pessoa de maneira diferente, amamos cada pessoa de maneira diferente. TÁ LINDO.
Peço-te que passes no meu kalinka para veres o que aconteceu comigo, pois realmente, é caso para dizer: a mim tudo me acontece!!!
Estou magoada. Uma beijoka para Ti

Paula Raposo disse...

Fizeste-me rir com a tua dissertação!!! No bom sentido, claro. Adoro perfumes, sempre adorei desde pequenina. Adoro cheirar as outras pessoas, sou atraída ou não pelo seu cheiro!! Ehehehe Beijinhos, bom fim de semana para ti. P.S.-Nunca hesites a escolher um perfume...escolhe o primeiro!

menina graça disse...

Já leste "O perfume" de Patrick Suskind? Se não,aconselho-te a ler porque tem algo a ver com a tua reflexão! :)

Fallen_Angel disse...

olá :o)
realmente tens razao :o)
nunca tinha pensado nisso :o)
vá chega te aqui para cheirar o teu perfume :op
beijinho e bom fim de semana

miguel disse...

:)

Anónimo disse...

é o melhor post.... já tinha reflectido isso e associo muito`ao valor da amizade que nunca termina. sabemos que existe, no entanto às vezes não nos apercebemos.

Andreia Ramos disse...

podes crer!oa semana!beijinho!o podes crer e em relaçao aio perfume!

Silêncios disse...

E há que aproveitar o tempo! A reflectir, é sempre bem aproveitado
Um beijo

Anónimo disse...

Às vezes sentimos as coisas sem nos lembrarmos de as traduzir em palavras. Gostei muito da forma como consegues explicar tão bem aquilo que pensas.
Beijinho.
Alda