sexta-feira, 20 de abril de 2007

Há filmes que queremos que o final não seja assim.

Há dias que não queremos que comecem. Há noites que não queremos que acabem.

Há pessoas que não queremos conhecer. Há paixões que não queremos que acabem.

Há sítios onde gostaríamos de ir. Há histórias que nunca quereríamos viver.

Há experiências que gostaríamos de viver. Há consequências que nunca queremos aceitar.

Há músicas que gostaríamos de ouvir e compor. Há sons que não queríamos conhecer.

Há inícios que temos. Há finais que não queremos que seja o nosso…

5 Disseram...:

Paula Raposo disse...

Bem verdade! Muitos beijos para ti.

Pinguim Alegre disse...

Há textos que transmitem muitos. Há textos que não nos dizem nada.

É bom perceber que ainda existem textos que na sua simplicidade nos dizem muito.

Um abraço

Belzebu disse...

Há gente que tem algo para nos dizer e que eu ouço com toda a atenção! Tu, por exemplo, apesar de nem sempre estarmos de acordo!

Um abraço infernal!

Alien David Sousa disse...

Catarino, um dos teus melhores "posts"...desculpa. Um dos teus melhores textos. Adorei. A dualidade das frases está simplesmente brilhante.
Beijinhos

Catarino disse...

Paula Raposo, muito Obrigado pelo teu comentário e pelas tuas visitas sempre amigas...
Beijinho

Pinguim, obrigado pelo teu comentário! Por vezes é na simplicidade que as coisas mais belas se revelam....

Belzebu, meu amigo! Fico feliz por me ouvires, eu sei que nem sempre concordamos, mas é no diálogo e neste conhecimento mútuo que vamos ficando mais ricos...
Um abraço Amigo


Alien, gostei da correcção...LOOL
Sim, para mim são mais do que posts, são textos....
Ainda bem que gostaste...
Como já reparaste, não sei muito bem o que te dizer....LOOL, fiquei confundido...
Um beijo