Voo

segunda-feira, 31 de março de 2008


Olho pela janela. Sinto-me a viajar. O meu corpo é leve. a brisa toca-me na cara. Sinto o vento embalar-me, o cheiro das ruas, dos montes, dos animais, das flores, das pessoas.
Voo sem pensar, vou em direcção ao infinito. Não tenho um destino. O mundo, o céu, a terra, o mar, tudo é o meu destino.
O meu motor? É a minha mente. Ela tem combustível para aguentar esta volta e muitas outras.
Voo, continuo a voar, continuarei a voar.
Aí sinto-me livre. Aí toco a verdadeira liberdade, mesmo estando "preso" a uma cadeira numa sala de aulas.
Mesmo preso, sou livre...

11 Disseram...:

Flor disse...

Nós somos livres... o Homem é um Ser livre, foi assim que Deus nos criou... livres.....

Já agora... QUERO CONVIDAR-TE/VOS A AJUDAREM CRIANÇAS A SEREM UM POUCO MAIS FELIZES! Passem no meu cantinho, por favor!!!!!
Obrigado :)

www.flor-odesabrochar.blogspot.com

Um abraço solidário da Flor

Diabólica disse...

A imaginação, é algo muito importante ajuda-nos a voar, a estar em diversos sítios ao mesmo tempo, o que nos faz muito bem à alma.

P.S- Vê se me dás a honra da tua visita, na minha humilde casa.

Fico a aguardar.

Bjos

Belzebu disse...

Viajar? Voar? Ser livre? Faz tudo sentido! Tento seguir o meu caminho, sempre com esses objectivos bem presentes!

O combustível existe, felizmente sou auto-suficiente em termos energéticos, mas nem sempre a energia faz rolar a máquina!

eheh! Aquele abraço bem infernal!

Kalar disse...

SECURITY CENTER: See Please Here

Anónimo disse...

Alguém que ainda

Anónimo disse...

Ups...:(

Estou a ver essas aulas...Lol
Mas eu também sou assim... voo sem pensar, sem parar. Percorro mil caminhos, mil estradas. Caminhos sem sentido, estradas sem direcção... Quando voamos, como dizes sentimo-nos livres, e então podemos sonhar, podemos experimentar um bocadinho da verdadeira felicidade, que quando chega a altura de aterrar, de parar de pensar, acaba. No entanto, dá-nos a força, a esperança de um dia deixar de a sonhar para a poder viver. E quando isso acontece, já estamos livres para novamente levantar voo, para voltar a sonhar...
No fim de tudo, é um ciclo vicioso, um bom ciclo vicioso...

Alguém que ainda acredita!

Catarino disse...

Flor... Aquele beijinho florido...
E sim, Deus cria-nos livres para o sermos de facto mesmo que presos fisicamente...

Catarino disse...

Diabólica...
Palavras sábias as tuas;)
Beijinho...
E sim, vou passar por lá a voar...
hihihi

Catarino disse...

Belzebu, meu amigo, è verdade que nem sempre a máquina responde à nossa energia... Nesses casos, nesses dias, devemos usar outra máquina ( a das pernas) para irmos procurar um bom amigo, aquele verdadeiro a fim de ele nos ajudar a levantar a nossa máquina...
Aquele abraço especial...

Catarino disse...

Alguém que ainda acredita, mais uma vez a tua maturidade e as tuas palavras me enchem de orgulho e felicidade por te ter neste cantinho (que é a minha vida e não só o meu blog)...
Quero que fiques cá para sempre...
Beijo meigo

Paula Raposo disse...

Porque o sonho é a nossa liberdade...