Humanos ou animais???

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2006

O que se passou com este grupo de jovens das Oficinas de São José, é qualquer coisa que toca o macabro e o animalesco...
De facto um grupo de joven que molesta sexualmente um travesti, que o espanca até à morte, sem dó nem piedade e que ainda por cima volta no outro dia para esconder o cadáver, é qualquer coisa que está para além da condição humana...
Com esta atitude, eles deixam de ser humanos e passam a ser animais...
Eu arrisco-me a dizer isso, com todas as implicações, todos os danos que isso possa causar.
Na minha definição de homem, não entra esta situação, não cabe esta falta de amor pelos outros, esta completa insensibilidade. E em pensar que este grupo se situa na escala etária dos 12 aos 16 anos.
Não se pode dizer que estivessam revoltados com a vida, porque ainda não tiveram tempo para isso, por muito dura que já tenha sido a vida para eles. Eles mataram pelo prazer que isso lhes causou. Sentiram que podia dominar aquela situação, que eram deuses, que tinham, todo o poder...
No entanto, esqueceram-se que um deles (o mais novo) ainda não tinha idade para ser Deus, e acabou por não aguentar a pressão e cedeu, falou, abriu-se e expôs a situação, deitando por terra quele plano, tão maquiavélico...
Imaginemos que este rapazito não tinha cedido e que aquilo ficava no segredo dos deuses (eles), será que as vidas deles iriam ser normais, com o peso de uma morte nas suas consciências?
E agora, mesmo sendo julgados, deixam de ser crueis, rudes, desumanos????
è realmente uma situação que retira toda a condição humana, sendo que também não lhes confere uma condição animalesca, uma vez que os animais matam por necessidade, e eles,mataram por prazer...

Estou no Blog.com.pt

4 Disseram...:

Paula Raposo disse...

Sem comentários. Quando tenho conhecimento dessas brutalidades anormais, qualquer adjectivo é pequeno para qualificar!! Beijos para ti.

funxinha disse...

Concordo com tudo o que dizes, não me venham dizer que são crianças e que não sabiam o que faziam, isso é mentira, eu tambem já tive 12 anos e nem por isso matar dava-me prazer...ok ok podem dizer que eles tiveram uma infância dificil e daí??acham que não tiveram a oportunidade de serem melhores que os pais??de não cometerem estes erros que para mim são do mais desprezivel que possa haver!Hoje em dia os jovens são bombardeados de informações pela tv ligadas a violência, são filmes que dão a horas menos próprias.São os telejornais que quase ensinam como assaltar ou violar, sim porque muitas das vezes explicam ao pormenor a actuação dos assaltantes e depois não sabem como é que a criançinha descobriu isso tudo sozinha. É o país que temos :S que prefere remediar do que prevenir...beijos

Ps: Já linkei o diletante no meu cantinho, só não o fiz mais cedo porque estava a tentar mudar o template do meu blog mas já desisti:)

Anónimo disse...

Já agora só uma pequenina correcção. Não é Oficinas de S. José, mas Oficina de S. José.

E tu que conheces os Salesianos, mais um pouco de história...
Os salesianos já estiveram responsáveis por essa casa, saíram de lá já à alguns anos, se não estou enganada, por volta de 1910.
Nessa altura criaram as Oficinas de S. José (essas sim no plural) à imagem do Porto, com os mesmos fins, acolher jovens pobres e ensinar-lhes um oficio.
Hoje em dia, as Oficinas de S. José - Lisboa, estão transformadas num colégio, para riquinhos,...

Anónimo disse...

PS: esqueci-me de assinar. Irene ;)