Dia do Pai

segunda-feira, 19 de março de 2007


Hoje é o dia do Pai, quero dar os parabéns a todos aqueles que têm a graça de ter um Pai presente, atencioso, carinhoso, amigo, que os ajuda nos momentos mais difíceis, que está sempre pronto para ouvir, escutar e aconcelhar...
Rezo por todos os pais do mundo que já partiram mas que sempre cumpriram as suas obrigações no amor pelos seus filhos....
Mas tenho também em consideração aqueles que como eu têm um avô magnífico, que toma o lugar de um pai desnaturado, frio, cruel que nada quer saber do seu fliho, que a única coisa que sente por ele é...nada...Um pai que não sabe quando é o aniversário do filho, que não sabe em que ano anda o seu filho, que nunca quis saber se o filho tem fome, frio ou sede...Esses que como eu têm a sorte de um avô ser o esteio, o exemplo a seguir, o modelo, de lhe dar todo o carinho do mundo, de o compreender, de o amar, de se sentir amado por ele, e de... O deixar sentar no meio das suas pernas, assentando os seus braços sobre os braços dele estendidos em cima da perna, a ver o lume consumir um e outro pau, a assar umas maçãs ou umas castanhas, rindo, conversando ou aprendendo a tabuada...
Por tudo isso OBRIGADO PAI (como eu habituei a chamar-te)!!!
Foste fantástico e importantíssimo em todos os momentos da minha vida, e sabe que mesmo com a doença que tens, mesmo já não me conhecendo, mesmo já não conseguindo ter uma conversa com lógica, eu continuo a gostar muito de Ti, continuo a Amar-te como um filho ama um Pai, continuo a querer que esse dia nunca mais chege e que tu fiques sempre comigo ao meu lado, para continuar a ver o teu sorriso maravilhoso...
Feliz dia do PAi, feliz dia o teu....

18 Disseram...:

Fallen Angel disse...

Um pouco tarde... mais ainda bem que não perdi a oportunidade de ler este magnifico post.

Um abraço.

Paula Raposo disse...

Sem palavras...um avô que merece tudo de bom, todo o teu carinho e amor. Sem dúvida. Muitos beijos para ti e para ele, que foi Pai!

Pe. Vítor Magalhães disse...

Devias ter ou arranjar um bom padrinho!!!

Salcedas Duarte disse...

Não sei se entendi todo o post... Mas... rezemos, por aqueles pais que não têm a graça de saber como amar os filhos...

Rezemos pelos filhos que não têm a graça de saber o que é o amor de um pai...

Abraço fraterno

Catarino disse...

Fallen_angel
Obrigado pelo teu comentário, chegaste a tempo e muito a tempo...
Sabes que aqui ao meu espaço, ninguém chega nem demasiado tarde que não possa ler o que escrevi, nem demasiado cedo que não esteja ainda alguma coisa nova para perceber...
Beijo

Paula, querida, sim ele merece, e tem tido, na medida dos possíveis...Foi de facto um homem extraordinário que me ajudoumutio e me marcou profundamente...O meu exemplo...Beijo

Amigo Vitor, A graça do padrinho escolhido também foi dele, e tal como quem o escolheu nunca se preocupou muito comigo...
Abraço

Sim, Duarte, rezemos por mim, mas sobretudo por aqueles que infelizmente nem o amor de um avô tiveram iu têm...Abraço fraterno

Anónimo disse...

ola lindo!! tenho vindo a ler tudo o k tens escrito no teu blog, e confesso que as tuas palavras tocam-me muito... obrigado.
apesar de ja nao nos vermos algum tempo, continuas sempre presente no meu coraçao... continua a ser sempre a pessoa simples, querida e fantastica que tu es...
beijinho muito grande desta amiga que te adora...
Marlene Santos

Belzebu disse...

Amigo Catarino,

Apesar das nossas diferenças, sobre as quais já falamos algumas vezes, deixa-me agradecer-te por te ter conhecido. A serenidade e a sensibilidade que transmites no que escreves, mesmo sem deixares de apontar no caminho que consideras correcto, fazem-me voltar sempre com enorme curiosidade. Desta vez prestas homenagem aquele que consideras teu Pai, de uma forma tão carinhosa que chega a ser comovente. De facto, não é nosso Pai quem quer, mas quem sabe.

Um grande abraço e as habituais saudações infernais!

Marlene Maravilha disse...

Que maravilha!!!!!!!!!
Que lindos sentimentos!!!!!!!!
Puros e sinceros! Grandes momentos vividos e apreciados! Assim tem que ser a vida. Quanto ao resto meu amigo, é somente perdão! Quando perdoamos, DEus se faz presente em amor!
Parabéns ao vovô!!
beijos

Pe. Vítor Magalhães disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alien David Sousa disse...

Catarino, adorei o teu texto. Bonita homenagem.
Beijinhos

Pe. Vítor Magalhães disse...

Creio que podias postar o teu testemunho, que saiu no jornal do pré,... está muito bom, e isso mostra como como a tua vida, mesmo sem a presença atenciosa do teu pai, foi de coragem, esforço e tem o seu valor!

Escorpiana Explosiva disse...

sou filha de criação mas tenho um amor inorme pelos meus pais.

mas existiu uma pessoal que foi pai,padrinho e amigo nas horas em q + precisei.

tenho saudade muito grande dessa pessoa pois era a unica que me compreendia.

ja faz 14 anos e ainda não me conformei,ele foi e sera sempre meu grande pai.

assim como os padrinhos os avôs sempre são muito especias para uma criança.

só quem recebe esse amor de vô que entendes o que eu digo.

mas no meu ponto de vista para mim pai é quem cria e não quem faz.

bjo

o alquimista disse...

Explêndido texto meu caro amigo...emocionei-me...!


Abraço

DairHilail disse...

como é lindo o teu coração...eu quero dar-te um pouco da minha calma...
fica bejm!

Principessa disse...

Temos sempre o pai de coraçao e esse é o mais importante. Tu nunca estas sozinho, tens um avo que esta sempre ao teu lado

Catarino disse...

Alien muito obrigado...
Beijo

Vitor, isso será para mais tarde!!Mas vai acontecer...
Abraço

Escorpiana, obrigado pela tua partilha...Beijo


Alquimista, eu também me emocionei quando o escrevi...
Abraço


dairhilail, obrigado, o teu também pois só assim o poderias ver noutra pessoa...Beijo

Sim, pricipessa, essa é uma bonita forma de veres as coisas...Real, e verddeira...Muito obrgado e um beijo grande.....

Diabólica disse...

Mais uma vez um lindo texto.
Lembra-te do que te disse acerca do livro, acho que terias sucesso.

Quanto a conhecermo-nos a nós próprios, estou plenamente de acordo ctg.
Por mais que achemos q nos conhecemos, isso não passa de uma pura ilusão.
Basta olharmos para certas atitudes que tomamos e com as quias nos admiramos. Pensamos, mas eu fiz aquilo???? Não me julgava capaz de tal atitude.

No fundo nós somos ser emocionais, logo por aí é díficil prever como poderemos reagir a certa situação.
Uma pessoa, aparentemente calma, pode regir violentemente em determinada situação, surpreendo as pessoas que a conhecem, melhor, que julgam que as conhecem.

A estratégia é tentarmos gerir as nossas emoções de forma inteligiente. Mas, se quiseres, podes aprofundar o assunto num livro de Daniel Golman, intitulado: "Intelig~encia emocional".

Agora, o que acabo de dizer, isto se não nos conseguimos conhecer a nós próprios por mais de que disso nos convençamos. Então como conseguiremos conhecer os outros?

Só um nos conhece a 100% e esse alguém é Deus, isto para quem acredita, claro.

Beijinhos, amigo.

Daniela Rico disse...

Com este texto traduzes em palavras o que tenho no pensamento...
Assim é que todos deviam pensar, principalmente em relação aos nossos avós...
Bjs