A Noite

quinta-feira, 1 de março de 2007


A noite encerra em si todo um mistério.

Podemos olhar para ela de diversas formas, dependendo do nosso estado de espírito. É muito mais livre do que o dia. Este aprisiona, a noite liberta. O dia é bonito ou feio para todos, basta que o Sol brilhe ou não.

A Noite, essa pode estar sem núvens e eu achá-la lindíssima, ams quem vai comigo pode achá-la péssima pois está muito escura e a Lua está qm quarto minguante. Para mim pode ser lindíssimo um céu cheio de estrelas, talvez para ti não seja.

A noite tem magia, tem poder sobre nós.

É no silêncio da noite que encontro a traquilidade e a serenidade que me escapa todo dia. É na noite que me sinto propício a pensar, a filosofar, a sentir, a sofrer, a alegrar, a estar em paz e a amar...

É a Noite que me ecute e me entende, e não é por ser escura e eu estar escuro, posso até estar, mas não me parece! Sempre me identifiquei mais com a noite do que com o dia, e a cada noite que passa mais certeza tenho que ela é mágica que desperta em nós o que temos de bom e verdadeiro...

Quem não tem memória de uma boa conversa tida pela noite dentro??? As conversas diurnas acabam por ser banais quando comparadas às que temos à noite... Tenho a certeza que de todos os que me leêm a conversa mais marcante que tiveram até hoje foi mesmo à Noite...

É a Noite que guarda os nosso sonhos, e, só por isso, já é especial, única e maravilhosa...Apenas ela conhece realmente os nossos sonhos e sabem o que mais admiro nela???Não os conta a ninguém, é o nosso pequeno segredo...

17 Disseram...:

Escorpiana Explosiva disse...

Belissíma escrita e imagem,com certeza caro amigo tanto a noite como o dia são belos.

O que os tornam ruins somos nós mesmo que as vezes achamos defeito a onde não tem.

É como falaste as vezes quando duas pessoas saem juntas sempre acabam se brigando por causa de bobage.Pois enquando um esta admirar o céu estrelado outro esta achando uma bobice isso são coisas que a contece com qualquer um

Quando me sinto só sempre procuro ir a algum lugar que eu possa ficar deidata ao chão para obsrvar o movimento das estrelas não tem coisa mais maravilhosa do que isso.

Um bj

Uma vida... disse...

Gostei de te ler. Às vezes gosto da noite, outras vezes não. Às vezes gosto do dia, outras vezes não. Às vezes nem uma coisa nem outra...beijinhos.

Anónimo disse...

Bom Amigo:
Foi de noite que Jesus falou com Nicomedos.
Foi de noite que Jesus falou com o Pai.
Muita paz, Amigo.
Aproveita a noite também para orar, estudar e descansar.
Que o Senhor te abençoe.
Continua a escrever.
E mantém o teu porte de simplicidade evangélica.
Abraço grande do amigo
Padre João António

Belzebu disse...

Amigo Catarino, concordo totalmente contigo! A noite tem um fascínio muito especial, pela sua quietude, pelo seu encanto, pela forma como nos inspira e nos permite sonhar. O dia é demasiado preenchido pela azáfama da vida, pelo ruído das coisas e pelo cumprimento dos rituais diários.

Saudações infernais!

Diabólica disse...

Mais uma vez um lindo texto, escrito com a sensibilidade que já todos te reconhecemos.

Sabes, eu também gosto mais da noite, porque tal como disses-te, é aí que consigo estar cmg própria, pensar nas coisas boas e más da vida, tomar decisões.

De dia isto não é possível, devido à azáfama e tb aquilo que facilmente constatamos, ou seja, as conversas que temos com as pessoas, são conversas de circunstância, mesmo com o nossos amigos.

Á noite não, já podemos desabafar, pedir conselhos, até a nós mesmos.

A noite traz calma, traz paz, traz tranquilidade, e sabedoria, acho eu.

Vou-te confessar um segredo meu: Eu quando preciso de tomar alguma decisão séria na minha vida, sabes para onde vou?

Para a praia, á noite, lá sinto paz, aquele ambiente faz-me bem, permite-me pensar, são as ondas do mar, são as estrelas, enfim toda uma envolvente que me deixa serena.

E ali posso chorar, posso pensar em paz, posso pedir ajuda a Deus, sem que ng me perturbe.

O mesmo se passa à noite em casa, é aí que tb penso, tento perceber o que fiz de bem e de mal naquele dia. O que há a mudar, etc. Acredita, que só consigo rezar de manhã e à noite.

A paz de que te falei anteriormente, com as devidas distâncias é claro, só a encontro ali e qd vou ao Santuário de Fátima.

Aí, sinto-me pura, sinto que ng me pode fazer mal, de cada vez que lá vou venho de alma lavada.

Desculpa o testamento.

Beijinhos

Catarino disse...

Escorpiana explosiva, é realmente muito bom ficar deitado no chão e ver um céu estrelado...Também faço isso algumas vezes, principalmente no verão...
E geralmente nós, especialmente eu tenho esse "condão", de estragar tudo por uma bobagem qualquer...
BEijo

Isso todos nós minha amiga Paula...Mas mesmo assim eu prefiro a noite na maioria das vezes...
Beijo

Amigo Pe. João António, é à noite que me sinto mais próximo de Deus na minha oração...E o Hino de completas que mais gosto é precisamente "De noite descia a Escada misteriosa..."
Muito obrigado pelos seus comentários, um grande abraço...

Meu amigo Belzebu, revi-me nas tuas palavras quando dizes: "O dia é demasiado preenchido pela azáfama da vida, pelo ruído das coisas e pelo cumprimento dos rituais diários.", aí reside uma das particularidades da noite...
Um grande abraço...

Catarino disse...

Agora tu minha amiga Diabólica...
Bom assim não vale, causar-me inveja....lool
Agora a serio, se a noite já por si é bela, a noite à beira mar supera tudo o que possa dizer, é quase transcendente, é um dos mais belos reflexoas da Beleza de Deus.
É bom saber que rezas à noite e de manhã, espero que a noite te traga uma grande proximidade e intimidade com Deus, porque isso implica que de manhã vais acordar bem-disposta com vontade de agarrar as oportunidades que surgirem e vais começar o dia com oração e agradcimento a Deus por mais um dia que Ele te disponibiliza para Ser vivido no Seu amor e na sua Paz...
De facto o santuário de Fátima, deixa-nos com uma paz e uma serenidade que são practocamente indizíveis. É curioso, porque na altura da Páscoa, no ano passado, estava lá com um gruopo de jovens e numa conversa ao chegarmos à entrada do Santuário, ambos nos calamos, olhamos um para o outro e percebemos que algo nos calara aos dois... Sabes o que foi?? Foi essa paz de Deus, essa paz da Oração e do bem...Sente-se de facto ao passar aqueles muros uma paz e serenidade contagiante e o que é mais curioso, é que isso acontece mesmo quando a praça está cheia de gente....
Um grande beijo...
PS: Não desculpo o testamento...É que conseguiu ser maior que o meu....LOOL

Pe. Vítor Magalhães disse...

POR ONDE NOS CONDUZ O SILÊNCIO,... DAS TREVAS PARA A LUZ VERDADEIRA!

Salcedas Duarte disse...

Não sou pessoa de muitas palavras... não sou pessoa extrovertida... não sou pessoa de muito barulho nem de grandes confusões... talvez por isso passe, muitas vezes, por antipático e anti-social... talvez por isso passe tantas vezes por aqui e comente tão poucas... no entanto é no silêncio, na observação e na tranquilidade que encontro a paz e a serenidade, em suma, encontro Deus... a noite é amiga e companheira do silêncio, da interiorização e da meditação... em suma, amiga de Deus
Abraço frterno

disse...

A noite é belissima... linda e encantadora...
e tu sabes que eu gosto muio da noite...
toda a gente sabe disso...

http://nenanet.blogspot.com/2006/04/de-noite_04.html

abraço

Principessa disse...

ja nao passava aki a tanto tempo =)
beijinhoo

Catarino disse...

Durte Salcedas, Obrigado pelo teu comentário, que, como dizes é raro...Mas é bom saber que costumas passar por aqui e ler o que escrevo (embora mal)...
Tal como tu, encontro mais facilmente Deus no silêncio e na paz que a noite me oferece...
Um Abraço fraterno

Sim Né eu sei...Da mesma forma tu sabes que eu gosto da noite...Aliás, não em conta as noites que já partilhamos com conversas amigas e as noites em que nos encontramos num espaço e momento de reflexão e de amadurecimento...
Um grande abraço e ao que parece, continuaremos a encontrar-nos ao longos dsa noites que restam até ao final do ano...

Principessa, realmente já tinha saudades tuas...Aliás não tenho só saudades tuas de passares aqui no blog, tenhotambém saudades tuas de quando precorro as ruas da cidade de Mirandela, ou de quando estamos no Belha e quase não falamos um para o outro...Sim porque eu notei que quase não falaste comigo, estavas bem acompanhada...LOOL
Um beijito e va dando notícias de vida, não te esqueças deste teu amigo...

Daniela Rico disse...

Já ha mt tempo que nao temos contacto...mas ao ler estes textos fiquei absolutamente impressionada, e ou tu mudas-te, ou eu nunca te conheci verdadeiramente, parece-me mais a segunda hipótese...
Continua a escrever pois escreves de uma forma incrível....
Bjs

Flôr disse...

Estou de acordo com a daniela rico... escreves de uma forma incrível.... mas isso eu já te havia dito à mais tempo!!!

Obrigado por teres passeado pelo meu jardim e lá teres deixado a tua cor e o teu perfume! :)

Infelizmente de momento, tenho dificuldade em aceder aos blogs, mas dentro em breve voltarei ao "activo"!! Epá a lingua portuguesa, leva-nos a más interpretações!!! lol lol :)
Ao activo.... a visitar os blogs amigos!!! claro está!!! eh eheheh

Catarino, continua a colocar no papel tudo o que te vai na alma.... mas olha lá, não deites fora esses papeis, guarda-os porque um dia.... quem sabe! irá escrever um livro!!!!

Beijinho bem florido e cheio de carinho da amiga Flor :)

Anónimo disse...

Escreves lindamente. Gosto. Simplesmente concordo.Sempre gostei da noite...
Uma abraço: Padre Zé Maria

Catarino disse...

Daniela, é veradde que não falavamos muito, mas eu também mudei...Aliás todos mudamos com o tempo, mas a essência permanece...Por isso continuo maluco como sempre, embora agora mais contido....Quanto ao escrever de uma forma incrível, bem, acho que escrevo naturalmente e não acho nada de especial...
BEijo e vai aparecendo e comentando mais vezes...

Olá Flor, há tanto tempo que não sentia o teu perfume aqui pelo meu espaço...Eu entendi a parte do voltar ao activo, mas como o português é traiçoeiro foi bem teres explicitado...LOOL
Quanto ao escrever um livro, com os teus comentários e o da Daniela, começo a ficar mesmo convencido de que escrevo bem...LOOL
Talvez um dia quem sabe escreverei um livro, já tentei começar um por duas vezes, mas como tenho muito pouco tempo, não tem dado, talvez em breve...BEijo

Caro amigo Pe. Zé Maria, há tanto tempo que não te "via" por aqui...Ainda bem que te agrada a minha forma de escrever, e eu também sei que gostas da noite, porque a última vez que estivemos juntos à noite a coisa deu para tarde (nos meus anos)...
Um grande abraço amigo....

Marlene Maravilha disse...

A noite é mágica sim! E entendo também, que ela tem ouvidos! Eu também amo esta magia!
Bonito texto!
Beijos