Ás Mães

domingo, 6 de maio de 2007

Legenda: O Ramo que ofereci à minha mãe, hoje, no dia dela...


Obrigado ó mãe, por todos os momentos que tens passado comigo. Tudo em ti está orientado para mim. O teu grande amor tem uma só direcção: o teu filho.
A minha alegria é a tua alegria, a minha tristeza é a tua tristeza. Preocupas-te com os meus problemas, tentas resolvê-los, tentas encontrar soluções para tudo, a fim de que eu não caia, não me magoe, não sofra. Guias-me; indicas-me o caminho, que apesar da margem que me dás para errar, nunca deixas de estar atenta, pois se me enganar e me desviar do caminho, tu estás lá para me pores de novo no rumo certo, acabas sempre por ser a minha bússola.
Desde o início mostraste qual seria a dimensão do teu amor por mim, alimentaste-me com o teu alimento, deste-me vida com a tua vida. Sofreste, tiveste dor para que eu pudesse ter vida, para que eu pudesse respirar, para que eu pudesse sorrir.
O teu amor por mim vai para lá do que pode ser intelectualmente compreensível. Por mim serias capaz de dar até a tua própria vida, sem hesitares um segundo que fosse. Para que eu não sofresse, eras capaz de abdicar da tua alegria e felicidade.
Acompanhaste-me, estiveste comigo desde o início, ouviste o meu primeiro choro e viste o meu primeiro sorriso. A minha primeira palavra e as minhas primeiras birras. Os meus primeiros passos e os meus primeiros “tombos”. Lembraste quando fiquei doente? Pois é, também aí estavas lá para cuidar de mim, para me ajudares e tratares.
Por um sorriso meu, eras capaz de correr todo o mundo.
Mas sabes o que mais me confunde em ti? É o facto de me continuares a amar, e a preocupar-te com a minha pessoa, mesmo quando me não lembro de ti, mesmo quando eu penso não gostar de ti. Mesmo aí, mesmo assim, tu continuas a amar-me e a entregar-te a mim.
O teu amor é o único que não pede nada em troca, tu amas-me porque sou teu filho, tu amas-me porque sim, porque amas; não pelo que te dou, pelo que te amo, mas porque sou teu filho.
A cada dor minha, uma lágrima tua cai.
A cada erro meu, uma faca penetra o teu coração.
A cada fracasso meu, um pedaço em ti morre.
A cada beijo meu, uma lágrima tua é recuperada, uma faca arrancada do teu coração, um pedaço de ti ressuscitado.
Com tão pouco te contentas, tão fácil para mim é deixar-te feliz, basta um beijo, um sorriso, um abraço; ao contrário tão exigente que eu sou para ti.
Desculpa pelas vezes que não percebo e não dou valor a este amor. As vezes que discutimos, as vezes que amuo contigo, as vezes que por estupidez minha te considero a causa da minha tristeza e da minha infelicidade.
Desculpa que por vezes seja tão cego que não veja o amor que te comanda e que te faz proteger-me, mesmo que excessivamente. Não és tu que és assim, mas o teu amor por mim que te faz ser assim.
Desculpa não ser capaz de te amar como tu me amas a mim…
Esta é uma dissertação de um filho a uma mãe. Sou eu que a faço para a minha mãe, mas tenho a certeza que é partilhada por todos os filhos e sentida por todas as mães. Muito poderia ser dito, mas como todos sabemos, o amor de mãe é único, insubstituível, inquebrável, inefável, é, para dizer tudo, o amor de mãe…
Por Fernando Catarino
in Jornal Terra Quente


Legenda: Eu e a minha mãe, na bonita cidade de Mirandela...

Digam lá se não é a mãe mais linda do mundo...

14 Disseram...:

Catarino disse...

Paula, por tudo o que sei de ti, por tudo que conheço da tua pessoa. Pela forma como lidas com a vida e pela tua grande arte...
Mas acima de tudo, porque tu sabes que sim....Este texto também é para ti...
Um beijo grande minha amiga.....

Paula Raposo disse...

Fernando! Agora deixas-me a chorar??!! Depois de ter lido o teu texto magnificamente escrito e sobretudo sentido, já eu estava comovida. Agora esse comentário não esperava. Por seres quem és, porque não me tens abandonado, por te manteres sempre aqui, um grande, grande beijo meu. A tua Mãe é sim, a mais linda Mãe do mundo!

Pe. Vítor Magalhães disse...

Eina, que dois!!!! É melhor fingir que vemos um jardim. Muito florido, muito florido,...

Daniela Rico disse...

Catarino, Catarino, se tu soubesses como me deixaste agora...
Não imaginas como me tocou este texto, pois eu passei mts vezes a dizer essas coisas á minha mãe qd era mais pequena, e continuo a dizer (se calhar n tão frequentemente)...
Ahh!! E sim, a tua mãe é mt linda..
Mas a minha é mais (LOLOL)...
Um grande beijo...e Parabéns por todo esse sentimento...

Ines disse...

Tocas me o coração, deixas me uma lágrima sentida e um sorriso sincero! És unico na tua essência! És puro na tua forma! És inesquecível na tua vida! És elegante na tua felicidade! És aquele ser lindo que ama incondicionalmente..mm que por vezes n admitas =p Gosto te xD PARABÉNS À MÃE PELO FILHO LINDO COM QUE BRINDOU A MINHA EXISTÊNCIA =D PARABÉNS AO FILHO QUE SE ESQUECE DELE PELO OUTROS! eheh... Aquele bijinhi fofo ************ nes:)

agua_quente disse...

Uma homenagem linda. A tua mãe deve estar muito orgulhosa.
Beijos

elsa nyny disse...

Que linda homenagem, miguito!!!

A tua mãe é um amor, e tu também!!!


beijinhos para os dois, nos vossos coraçºões lindos!!!

Diabólica disse...

Amigo Catarino, mais uma vez me tocas-te no coração.

Emocionaste-me, fizeste-me deixar cair algumas lágrimas.

Texto lindo, como só uma pessoa com a tua sensibilidade pode fazer.

Muitos beijitos

disse...

tens um desafio no meu blog!
passa por la e colabora
hasta

Elisheba disse...

Beeemmmmmm...daqui mais parece irma ou assim....muito nova para tua mae....pelo menos parece!:):)

Flôr disse...

Só podia ser a mãe mais linda, se não.... como poderias tu, ser o filho mais lindo do mundo! Não é o que ela diz?! Eh eh ehehe

Gostei das florinhas, bem coloridas... ai, ai, não resisto a flores! :D

MÃE É AMOR INCONDICIONAL, eu tenho dois filhos, dois meninos de 10 e 14 anos e amo-os taaaaaaaaaaanto... tal como a tua mãe te ama a ti....


Bonita e singela homenagem prestas aqui à tua querida e muito amada mãe, PARABÉNS!

Abraçinho no amor de Cristo.

Flor

Flôr disse...

Ah voltei para te dizer.... não resisti e "LEVEI" o bonito ramo de flores que deste à tua mãe!! lol lol, tu sabes, todos sabem, que eu não resisto a FLORES! Eh ehehe


inté e uma semana muito Abençoada por Deus.

Flor

mjoao disse...

Imocionaste-me .. lindo , lindo , deixei cair uma lágrima , pois acabei de perder a minha , talvez por isso estas lágrias que não param de cair..
Todas as mães gostariam de ter um filho assim ..
beijinhos

Catarino disse...

Mjoão, obrigado pelo teu comentário e pela tua partilha...
De facto uma perda é sempre dolorosa, mas a perda de uma mãe ainda deve ser muito mais do que dolorosa...
mas tens de ter a certeza que ela está bem e que agora pode olhar ainda melhor por ti...
Um beijo