Aqui, publicamente, me confesso!

sábado, 9 de junho de 2007

Pergunto-me se algum dia conseguirei remediar e se me conseguirei expiar de tudo o que já fiz sofrer...

Dói-me a alma, quando olho para a minha vida e vejo que no meu egoísmo, magoei, defraudei, desiludi, feri, "matei", tantas pessoas...

No meu orgulho, na minha mania, na minha soberba, na minha vaidade, fiz coisas que me continuam a pesar na consciência...

Estou esmagado, fico dorido de cada vez que me vêm a cabeça algumas pessoas que feri e magoei, não me consigo lembrar de todas, são tantas...

Por vezes sinto-me mesmo como um monstro que se revela em situações que eu próprio não estou à espera nem quero....

Confesso-me, aqui publicamente!

Peço desculpa, aqui publicamente!

Humilho-me e despojo-me aqui publicamente!

Não é nada eu sei, mas fica a vontade de mudar, de emendar as coisas...

Fica também a mágoa de não o ter conseguido na altura certa...

Fica ainda a dor de não ser melhor do que o que sou....

Fica ainda no meu coração a certeza que nunca irei conseguir expiar-me desta minha culpa que irá caminhar, lado a lado, comigo, neste caminho duro e longo que é a vida...

Choro, agora! As lágrimas caem pela minha face... Os meus olhos estão encharcados... A água arde dentro deles... A dor manda-as para fora... A tristeza acende-as na chama dos remorsos... Dói-me, dói-me tudo...

Desculpem, todos os que magoei, desculpem todos os que gostavam de mim e eu os feri com a minha frieza...

Desculpem...

24 Disseram...:

Paula Raposo disse...

Não estou a ver magoares alguém...

Anónimo disse...

Boa noite, querido Amigo:
acabei de receber o teu trabalho; antevejo que esteja bom.
Parabéns pelo arrojo em ir até Rahner.
Fiquei preocupado com o tom deste texto, embora muito bem escrito.
Espero que nada haja que te perturbe.
E, já agora, gostava muito que pudesses vir à apresentação do meu livro quinta-feira, dia 14.
Será possível.
Um abraço em Cristo
deste teu amigo
João António, padre

Belzebu disse...

Amigo Catarino, és provavelmente a última pessoa de quem eu aguardo desculpas! Não conheço o teu actual estado de espírito, mas julgo conhecer a pessoa que está atrás deste blog! Essa pessoa não tem, quanto a mim, que pedir desculpa seja do que for! Tem tão só que continuar a ser quem é, a partilhar valores, a distribuir emoções e com o seu sentido de missão, contribuir cada vez mais para o bem da comunidade!

Um abraço infernal, preocupado com este post que denota, algum cansaço de quem rema muitas vezes contra a maré!

disse...

Estás desculpado!
Afinal, já nem me lembro de me teres magoado! Estive a ver se encontraca alguma cicatriz mas não vi nada!

Carreira disse...

Muito intenso!

pé descalço disse...

Catarino

Passei aqui por acaso
e logo em altura de confissões
mas mesmo sem saber dos males que terá feito
assumir os erros e querer emendá-los
é meio caminho andado para ser perdoado
por quem de direito...

Quem dera todos se pudessem orgulhar do mesmo
Porque reconhecer os desvios na vida
e arrepiar-lhes o rasto
é tarefa só ao alcance dos grandes de espiríto

Um abraço

Diabólica disse...

Embora, n te esteja a ver a magoar ng, deves pensar assim: todos erramos, todos falhamos, o q é preciso é aprendermos c isso.

Mas, é muito bonito reconheceres os teus "erros", reconheceres q houve momentos em q estiveste menos bem.

Mas, n te penetencies tanto.

Pelo menos fizeste-o sem intenção, há quem o faça premeditado e isso sim é mais grave.

Já me aconteceram as duas coisas, magoarem-me intencionalmente, a última foi há 2 meses e doeu mto.

Mas, tb eu já perdi alguém que adorava, por mal entendidos e por o ter magoado.

Tb me arrependo e o maior presente q me podia dar era voltarmos a ser amigos.

Como vês, quem nunca errou q mande a primeira pedra.

Beijinhos, amigo.

P.S- Já tenho novo post.

Catarino disse...

Paulita, a verdade é que magoei...
Beijo

Caro Amigo Pe. João António, apenas me perturba o facto de ter mesmo magoado algumas pessoas, mas já passou, espero não magoar mais ninguém...
Quanto à apresentação, vou tentar, mas não prometo nada, pois não depende só de mim...
Um grande abraço amigo


Amigo Belzebu, emocionei-me ao ler o teu comentário, apesar de so agora estar a responder, há muito já que o li, foi logo na hora....
Agradeço o teu abraço amigo e preocupado, relmente é como dizes, por vezes cansa remar contra a maré...Mas, é p'ró que estamos...LOl
Um abraço fraterno

Catarino disse...

Né, é provavel que realmente já te tenha aberto alguma ferida, mas fico feliz que não tenhas cicatriz, é sinal que não foi muito profunda...
Obrigado pelas desculpas, fizeste-me sentir melhor...

Carreira, obrigado, um abraço....

Pé descalço, obrigado pelo seu comentário, fez.me sentir muito bem....
Um abraço e espero vê-lo por cá, mesmo em épocas em que não haja confissões...

Catarino disse...

Diabólica sei precisamente do que falas, mas não te preocupes, as coisas com o tempo vão ao sítio e o teu desejo há-de realizar-se...
Obrigado pela tua solidariedade...
Aquele beijo

Kalinka disse...

OLÁ AMIGO
estou muito triste e, amanhã - feriado para mim, vou repensar seriamente se fecho definitivamente o kalinka.
Gosto do meu kalinka, não gosto é da maldade que as pessoas têm neste Mundo da blogoesfera, podiamos ser todos Amigos, não vejo porque há-de haver maldade, não é possível haver concorrência entre blogs.

Ontem, perto da meia-noite encontrei este estúpido comentário:Peço-te desculpa, mas eliminei o comentário que fizeste no meu último post.
O motivo é simples: não tinha nada a ver com o post que escrevi.
Queria dizer-te isto por e-mail, mas a verdade é que não tens qualquer endereço aqui...
Beijinhos.

Ora bem, se eu eliminasse todos os comentários que me deixam lá, cada vez que eles nada tivessem a ver com o que escrevo...então eliminava 70% dos comentários...
Francamente!!!
Quantas pessoas chegam ao meu blog e escrevem: um beijo, não tenho tempo para mais!
e, eu aceito; só temos que respeitar quem nos visita, à partida a porta do blog está sempre aberta, então estamos sujeitos a que as pessoas escrevam o que podem, nada mais.
Não estou na blogoesfera para me enervar, muito pelo contrário.

Vou ler o que postaste. Mereces!!!
Um abraço.

Kalinka disse...

Li-te com atenção:
Não te quero ver tão culpado de actos e mais actos inofensivos que qualquer Ser Humano comete diariamente, muitos sem intenção má.
Pois, aqueles que são mesmo maus, é que deviam fazer um exame de consciência; mas...são precisamente os que se acham correctos e não vêem a estupidez dos seus actos.

Escreves:
Choro, agora! As lágrimas caem pela minha face... Os meus olhos estão encharcados... A água arde dentro deles... A dor manda-as para fora... A tristeza acende-as na chama dos remorsos... Dói-me, dói-me tudo...

NÃO, AMIGO, NÃO CHORES.
Por mim, estás perdoado.

Luciana disse...

Passei por acaso neste blog mas foi com vontade que quis comentar. O teu post tocou-me imenso e por vezes também sinto que magoei algumas pessoas pela minha forma fria de ser de vez em quando, mas o que importa é que nos arrependemos, e apesar disso não ser o que vai "tirar a dor causada" é concerteza um passo em frente para mudarmos. Não é um caminho fácil, o da mudança, mas também não é impossivel. Embora por vezes o mundo pareça agir contra nós em tudo, há sempre um motivo para tal estar a acontecer e por isso temos de encarar tudo da melhor forma possivel, embora nem sempre dê para ver o lado positivo das coisas. Força e muita coragem para continuar em frente! :)
Beijinhos

Pe. Vítor Magalhães disse...

Acho que não são as confissões de Sto. Agostinho,... ou "eu pecador me confesso", por isso temos sempre a oportunidade de nos reconciliarmos com Deus que tudo perdoa e cura!

Flôr disse...

Parabéns Catarino, pela nobreza do teu "gesto"... todos nós em algum momento da nossa vida, sem dúvida alguma...que já magoamos alguém... e reconhecer isso... já é um passo para que Deus te perdoe... pois Ele diz-nos na Sua Palavra...

João 20:23
"..Se de alguns perdoardes os pecados, são-lhes perdoados; se lhos retiverdes, são retidos."

II Coríntios 2:7
"De modo que deveis, pelo contrário, perdoar-lhe e confortá-lo, para que não seja o mesmo consumido por excessiva tristeza."

I João 1:9
"Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça."

Por mim nada há a perdoar-te... só tenho a dizer que te amo no amor de Deus.

Uma noite de paz

Abraçinho da Flor :))

Marlene Maravilha disse...

Meu querido amigo,
Deus já ouviu o teu pedido de perdão e por certo já te perdoou. O resto Jesus já fez por nós. Sobre Ele foi todo o nosso pecado e enfermidades. Fica em paz!
Todo o que pede, merece perdão. As coisas velhas já passaram, eis que tudo se fez novo!! Vivas um novo dia!
abraços

Nobre disse...

Cata: todos os grandes santos foram para eles mesmos os maiores pecadores. Estás no caminho certo, pois para amar é preciso pedir desulpa de tudo o que deixamos de fazer por omissão ou acçao. Um abraço forte deste teu amigo e "irmão".

gato_escaldado disse...

ora essa! por quem és...

Catarino disse...

KAlinka, obrigado pelo teu comentário!
Ah, este tem a ver com o que eu escrevi...LOL, ele há com cada um...
Beijo

Luciana e eu é com grande alegria que te vi comentar aqui no meu blog... Certamente voltarás mais vezes, e dele serás visita assídua... Beijo, volta sempre


Amiguinho vitor, como sabes, nas confissões de Sto Agostinho Deus deve tê-lo perdoado, quanto ao eu pecador me confesso, de certeza que perante a beleza de Deus, um homem sério e verdadeiro como ele, não deixara de O escolher...
Um abraço amigo


Flor, muito obrigado pelo teu comentário e pelas tuas constantes meditações e enquadramentos da PAlavra ao contexto...
Muito obrigado, a tua visita é sem dúvida uma mais valia para este espaço...
Um beijo no amor florido de Deus

Catarino disse...

marlene maravilha, uma presença sempre desejada e estimada...
Obrigado, sem dúvida que o amor de Deus já me perdouou, mas eu senti necessidade de pedir perdão às pessoas concrteas, é que Deus actua, mas se não o fizermos aos irmãos de nada serve Deus ajudar-nos...
Um beijo

Nobre, sem palavras...
Um abraço "irmão" e sem dúvida muito Amigo...

Gato escaldado... Poucas palavras que dizem muito...
Um abraço...

Anónimo disse...

Acho interesante que reconheças o teu egoísmo, orgulho, mania, soberba, vaidade ... coisas com que vais magoando as pessoas. Mas, lendo o resto do texto, vejo que é só um recurso estilistico. É para ser um post bonito e fica-nos bem dizer estas coisas mesmo que no minuto seguinte espetemos mais uma facada.Deixo-te alguns pequenos/grandes conselhos: sê mais verdadeiro contigo e com os outros, deixa-te de manobras para alcançares os teus fins, sê quem tu és e pode ser que sejas mais aceite pelos outros, para tu subires não é necessário calcares os outros, sobe por ti mesmo, ou não tens capacidades? E já agora, a importância que temos para as pessoas, conquista-se, não se impõe. Se seguires estes conselhos verás que a medio/longo prazo vais ser mais feliz e melhor, vais fazer os outros mais felizes. Um abraço.

Alien David Sousa disse...

Catarino, tu és humano. Os humanos erram, mesmo quando não têm intenção de o fazer. Não somos " Cristos". Por muito que tu não queiras a vida é assim. As pessoas discutem, dizem coisas que não querem, magoam-se umas às outras, é a vida. Se assim não fosse, seríamos como esse " Deus" em que tu acreditas.
Acho que as pessoas que realmente valem a pena, são aquelas que sabem reconhecer que erraram e pedem desculpa. Agora, martirizares-te por teres magoado outros durante a tua vida não faz sentido, até porque é impossível evitar que no futuro não o voltes a fazer outra vez.
Só o facto de não corresponderes ao amor de uma mulher por ti, já a estas a magoar. E que podes tu fazer? Não a podes amar à força. Ela vai ter de sofrer e vai ter de te esquecer, entendes? Mesmo quando não queremos, magoamos.É a vida.
Muitos beijinhos amigo

-Lady_C disse...

Perdoar é divino,mas acredito que pode ser feito por nós simples mortais =P A sério, tenho a certeza que todas essas pessoas já t perdoaram ou perdoarão,mas o mais importante mesmo,o mais honesto e o que de mais valioso tem esta história é que ao menos te arrependes, admites, confessas e pedes desculpa.. e o mais importante é que te saibas perdoar a ti próprio! A partir daí..é meio caminho andado. Afinal, errar é Humano.

Desculpa pela invasão,mas não fiquei indiferente a este texto..*

Tais Melissa disse...

Errar é humano e faz parte do nosso crescimento pessoal.
É errando que se aprende, e, é reconhecendo estes erros que nos tornamos melhores.
Não sei quais foram os teus erros, mas uma coisa eu sei: Hoje, com certeza, você é uma pessoa melhor.
Adoraria ser sua amiga :-)

taismelissa231288@hotmail.com

Fique com Deus e seja muito feliz :-)